Nunca encontrada no Brasil, o maior centro produtor é Sambaia, península do eclave russo de Kaliningrado. Também encontrada na Alemanha, Rússia e Itália. Principal fonte é a Lituânia.
Conhecida desde o início da humanidade, na idade da pedra era objeto de adoração. Sua cor mais comum é o amarelo, podendo ser encontrada também em marrom-escura, marrom-esverdeada, marrom-avermelhada, azulada, cinza, preta, vermelha ou branca. As cores vermelhas, brancas e verdes são muito raras e a azul é a mais rara e valiosa de todas. Indica sorte, cura, proteção e beleza.